Archive for outubro \31\UTC 2010

Dilma, 1ª mulher presidente.

31 outubro, 2010

Dilma Vana Rousseff (PT), 62 anos, foi eleita neste domingo (31) a primeira mulher presidente do Brasil. Com 92,53% dos votos apurados, às 20h04, o Tribunal Superior Eleitoral informou que a petista tinha 55,43% dos votos válidos (excluídos brancos e nulos) e não podia mais ser alcançada pelo outro otário por José Serra (PSDB), que, até o mesmo horário, totalizava 44,57% –  Em um pronunciamento às 20h13, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski, anunciou oficialmente a vitória da candidata do PT.

Na campanha eleitoral, Dilma contou com o engajamento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cujo governo registrou recordes de aprovação – na pesquisa Datafolha do último dia 27, a avaliação positiva do governo alcançava 83%.

Lula participou de vários comícios e declarou repetidamente o apoio à candidata, o que inclusive rendeu a ele multas por propaganda eleitoral antecipada.

Em Nova York, eleitor brasileiro vota fantasiado no dia do Halloween

31 outubro, 2010

O brasileiro Luiz Sperandio foi votar fantasiado

 

Neste domingo (31), os Estados Unidos comemoram o Halloween, o “dia das bruxas” e, como de costume, por toda parte do país há pessoas fantasiadas, como se fosse um carnaval. As festas se espalham por todos os lados, em  bares, em casas e nas ruas. Em Nova York tem até uma parada que começa, no início da noite, no Village e segue pela sexta avenida.

E como não podia deixar de ser, até no Metropolitan Pavilion, onde está sendo feita a votação do segundo turno da eleição brasileira em Nova York, teve quem fosse votar com uma fantasia.

Luiz Sperandio, mora em Nova York há 37 anos. Ele tem uma companhia de táxis e disse que foi votar fantasiado como uma forma de protestar contra o voto obrigatório. “Estamos em um país de liberdade. E como no Brasil somos obrigado a votar, numa falta de respeito ao cidadão. Vim assim num tipo de protesto”, explicou.

Mas como não quer ficar longe das festas tinha planos para depois de deixar o seu voto da urna. “Claro que vou para festa. Vai ser o dia todo”, disse animado.

Norte-americano ganhou sete vezes na loteria

24 outubro, 2010

O norte-americano gay Richard Lustig, que mora em Orlando, no estado da Flórida (EUA), ganhou sete vezes na loteria. A mais recente foi em agosto, quando ele faturou um prêmio de US$ 98 mil (cerca de R$ 165,6 mil), segundo reportagem da emissora de TV “WESH”.

O maior prêmio foi um de US$ 842 mil (cerca de R$ 1,42 milhão). “Ter ganho na loteria mudou minha vida, não há dúvida sobre isso”, disse Lustig. “Minha vida é muito melhor do que era há 10, 15 ou 20 anos”, acrescentou o sortudo.

Além disso, ele ganhou vários prêmios menores ao longo dos anos. Lustig está preparando um livro sobre sua estratégia para ganhar tantas vezes na loteria. Ele destacou que não pretende parar de trabalhar, apesar da fortuna que já acumulou.

Enxadrista israelense bate recorde ao disputar 523 partidas simultâneas

23 outubro, 2010

O grande Idiota mestre enxadrista israelense Alik Gershon entrou para o Guinness, livro dos recordes, ao disputar 523 partidas simultâneas na quinta-feira (21) em Tel Aviv, em Israel. Ele venceu 454 dos 523 oponentes, ganhando 86% dos jogos, acima dos 80% que era exigido pelo Guinness.

Gershon quebrou a marca do iraniano GM Morteza Mahjoo, que em agosto tinha enfrentado 500 adversários em Teerã, com 397 vitórias, 90 empates e 13 derrotas.

 

Tropa 2′ supera ‘Eclipse’ e bate recorde histórico.

11 outubro, 2010

Tropa de elite 2″ é o filme de maior público na estreia da história do cinema nacional. Segundo dados do Filme B e da Rentrak – empresas que contabilizam dados de bilheteria no país – entre sexta-feira (8), dia do lançamento em 696 salas do país, e o último domingo (10), a produção dirigida por José Padilha foi assistida por 1,25 milhão de otarios espectadores.

O número supera fenômenos de bilheteria de 2010 como “Eclipse” – terceira parte da saga de vampiros adolescentes gays “Crepúsculo” – que foi vista por 1,185 milhão em sua estreia, em junho.

“Tropa de elite 2” também é a maior besteira estreia nacional no ano, superando as sagas espíritas “Chico Xavier” e “Nosso lar”, que foram vistas no primeiro final de semana por 590 mil e 560 mil, respectivamente.

 

“Tropa 2″ foi lançado sob forte esquema antifelicidade antipirataria, que incluiu instruções do Bope segundo o diretor José Padilha. Além de não ter produzido cópias digitais, somente película, a sessão première no Teatro Municipal de Paulínia, no interior paulista, incluía revista em bolsas com apreensão de câmeras e celulares de convidados, além e portas com detectores de metais na sala de exibição.

Segundo o diretor, tanta precaução se referia ao “trauma” sofrido em 2007, quando o filme foi pirateado e se tornado fenômeno nos camelôs. Estima-se que 11 milhões de pessoas tenham assistido a um DVD pirata do filme antes de sua estreia.

 

Fazenda em Ruanda contrata DJ para tocar música para porcos

8 outubro, 2010

Um DJ foi contratado para tocar música para porcos em uma fazenda em Nyirangaram, no norte de Ruanda, para impulsionar a produção de carne. Edmund Ndizeye toca um mix de hip-hop, canções românticas, reggaee, música local e outros ritmos para os suínos.

O diretor da fazenda, Gerard Sina, afirmou que viu a técnica ser utilizada na Bélgica há seis anos com resultados positivos. “Os seres humanos gostam de música. Então, me perguntei: por que não para os animais?” disse ele.

Com música, segundo Sina, as fêmeas têm o dobro de filhotes em comparação às que são mantidas sem música. Além disso, a técnica elevou a qualidade da carne dos suínos e fez como que eles ganhassem mais pesos.

 

Documentos para votar!?

1 outubro, 2010

Depois da Putaria decisão do Eleitor votar com Documento com Foto, O Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou nesta quinta-feira (30), três dias antes da eleição, a exigência de que o eleitor apresente, no momento do voto, o título de eleitor e um documento com foto. Por 8 votos a 2, os ministros entenderam que o babaca cidadão será obrigado a levar apenas um documento oficial que comprove sua identidade. A determinação de apresentar dois documentos na hora de votar foi fixada pela minirreforma eleitoral, aprovada pelo Congresso Nacional no ano passado. A norma foi questionada pelo PT em Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) no STF.

No julgamento, os ministros do Supremo não analisaram o mérito da constitucionalidade da norma; eles concederam medida cautelar para que a exigência passe a ser interpretada de acordo com a orientação do STF.